ORIGEM

Em 1945 os nossos avós construíram uma casa no Sitio dos Lameirinhos, na encosta ocidental da Serra da Gardunha que desce em direção ao rio Zêzere, no alto da aldeia da Barroca.

A casa e a quinta tinham a finalidade de habitação e comércio. A vida familiar era feita na parte de cima da casa. No rés do chão, um enorme forno servia a loja, uma padaria, onde também se vendia manteiga, ovos, leite, fruta e outros produtos frescos da quinta. Um grande pinhal dava a lenha para o forno. A meio da encosta existe uma mina, cuja água desce pelos “lameirinhos” até à casa, que se situa na parte inferior.

Mais longe, das hortas ao pé das ribeiras e de uma tapada sobre o rio, vinham os alimentos frescos da estação e o milho para o pão, que ficava a secar no sótão da casa, para depois ser moído na nossa azenha do rio.
A grande garagem, que servia para as camionetas da empresa “Transportes do Zêzere” do nosso Avô, por vezes transformava-se em sala de cinema pelos animatógrafos ambulantes que paravam na Barroca.
Todas estas memórias estão presentes na casa reabilitada por nós. O som contínuo da água acompanha a estadia e evoca a história da Quinta.

Significado de Lameiro : Terra húmida onde cresce muito pasto.

O Projeto de reabilitação foi produzido pela José Adrião Arquitectos.

www.joseadriao.com

projecto_04

BARROCA

Uma Experiência Rural

projecto_03
projecto_02
projecto_01
lameirinhos_entrada1
Jaa-Lameirinhos-S–220
projecto_07
projecto_08
projecto_09
CASA DE CAMPO

A estrutura da casa manteve-se igual ao que sempre foi. Mudaram-se as infraestruturas e substituiu-se o telhado para maior conforto térmico. A padaria, que deixou de funcionar há quase cinquenta anos, é hoje uma confortável sala de estar com paredes de xisto, espaço lúdico e de convívio. O forno manteve-se e funciona agora também como lareira.
No primeiro piso, cinco dos seis quartos, passaram a ter casa de banho integrada. Uma das salas, mais sossegada, com janelas luminosas sobre os pátios, é lugar perfeito para leitura.
O pátio de cima, coberto por uma latada de vinha que convida a ficar, liga ao pinhal e às árvores de fruto.

Destaca-se uma enorme figueira que dá sombra todo o ano e figos em julho. Nos dias quentes o tanque é ideal para refrescar.
O pátio inferior, mais íntimo, marcado por uma fonte e por um cipreste, dá acesso à estrada e à aldeia da Barroca, na margem direita do rio Zêzere que nasce ali perto, na Serra da Estrela.
A partir da casa podem-se fazer trilhos pela montanha e ao longo de ribeiras e do rio, pelos caminhos da Grande Rota do Zêzere, a pé ou de bicicleta, assim como ir até às várias piscinas fluviais das aldeias próximas.

RESERVAS

A casa composta por 5 Suites e 1 quarto com casa de banho fora do mesmo, transformada em Bed & Breakfast está disponível para estadias a partir de 60€ por quarto, por noite.

Mediante disponibilidade total dos quartos a casa poderá ser alugada também como um todo para grupos até 12 pessoas.

O pequeno almoço está incluído em todas as tarifas.

ÉPOCA BAIXA – de Setembro a Abril

ÉPOCA ALTA – de Maio a Agosto

Todos os campos são necessários.
O QUE FAZER
  • Grande Rota do Zêzere

    Grande Rota do Zêzere

    A Grande Rota do Zêzere é um percurso pedestre/BTT que acompanha o rio Zêzere em toda a sua extensão (370 km) desde a nascente no Covão d´Ametade (Serra da Estrela) até desaguar no Tejo, em Constância.

  • Aldeias do Xisto

    Aldeias do Xisto

    A Rede das Aldeias do Xisto integra território que se situa entre Castelo Branco e Coimbra. É constituído por montanhas de xisto, circundado e atravessado por uma boa rede rodoviária.

    Mais Info
  • Barroca

    Barroca

    A parte mais antiga da Barroca está implantada ao longo de um pequeno morro, ladeado por duas linhas de água profundamente cavadas. Forma um conjunto perpendicular ao curso do Zêzere, com o qual confina. Na Casa Grande, antigo solar do Séc. XVIII, hoje funciona o Centro Dinamizador das Aldeias do Xisto. Na Barroca continua a respirar-se um ambiente rural, pautado pelos seus ciclos agrícolas.

    Mais Info
  • Praia Fluvial de Lavacolhos

    Praia Fluvial de Lavacolhos

    A praia fica a 15 minutos de carro da casa.

  • Praia Fluvial de Janeiro de Cima

    Praia Fluvial de Janeiro de Cima

    A praia fica a 15 minutos de carro da casa.

  • Rio na Barroca

    Rio na Barroca

    A aldeia da Barroca fica na encosta sul do rio Zêzere.
    O rio Zêzere nasce na Serra da Estrela a cerca de 1900 m de altitude, próximo de Manteigas, num lugar chamado Cântaro Magro.
    O rio atravessa as terras da Beira ao longo de 214 km e conflui no rio Tejo em Constância.

  • Gravuras Rupestres

    Gravuras Rupestres

    Em 2003 foram descobertas no leito do rio Zêzere gravuras rupestres.
    A partir da casa são 20 minutos a pé.
    As gravuras só estão visíveis desde Maio a Setembro.

  • Serra da Estrela

    Serra da Estrela

    A Serra da Estrela fica a 30 minutos de carro, uma excelente possibilidade para um dia de visita.

  • Comer

    Comer

    BARROCA

    Restaurante Esplanada

    A cinco minutos a pé da casa.

    Convém telefonar para reservar, à noite fecha cedo.

    Encerrado ao Sábado.

    00351 275 647 407

     

    JANEIRO DE CIMA

    Restaurante Fiado

    facebook.com/restaurantefiado

Estrada Nacional 238 Lameirinhos nº1, 6230-137 Barroca – Portugal
Telefone: +351 91 628 55 93 |  Email: info@lameirinhos.com  |  GPS: 40.105567, -7.717875